O Essencial é invisível aos olhos ( ...porque?)

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Estou refletindo já algum tempo na frase de Antoine de Saint Exupéry que diz: "O essencial é invisível aos olhos" ... e me questiono  porque os olhos não conseguem enxergar o que nos é essencial?

Percebi que as pessoas tem necessidade do mal para sentir o bem, precisam do escuro para admirar a luz e muitas vezes da dor para apreciar a saúde. Encontrei nessa justificativa a resposta da minha dúvida! As coisas mais simples da vida humana são aquelas que nos são Essenciais, e ao mesmo tempo tão dificeis de serem atingidas, talvez essa simplicidade seja realmente o que há de mais sofisticado e de dificil compreensão.

a maldade dos homens, os nossos dogmas e preconceitos nos deixam cada vez mais distantes do entendimento necessário do que é Ser Simples.

Priorizar pequenas coisas do nosso cotidiano, abrir um sorriso a um estranho, dizer aos nossos pais e pessoas queridas um sincero Eu te amo, talvez seja um começo para o simples, digo para o Essencial que está faltando tanto, em tanta gente...

Sim, o essencial é invisível aos olhos, mas sei que se quiser posso senti-lo com o coração...

4 Comments:

Retazos de Amor said...

Filipe , que posso dizer , voei devagarinho y tranquila en teu espaco e posso te dizer, que voce e uma pessoa especia y linda, que bonito ver um joven con tanta sensibilidade...
e verdade a vida e simples nos e que infelizmente a complicamos, con coisas inescesarias...mas devagar nos vamos dando conta que somos mais que um corpo, somos espiritos imortais e que viemos aqui na terra a aprender e que essa aprendizagem consta de varias materias, e a mais importante e o amor.
obrigado por deixarme voar alegremente e sem pressa en teu espaco, me dei conta tambem que a lista de filmes que voce gostou esta quase todos os filmes que vi, algunos revi e que gostei muito...
voce esta cercado de anjos porque tambem e um anjo,
un anorme abraco e que Deus sempre te conserve com essa bondade e ternura,
Neusa

Patrícia said...

Fiquei impressionada com o conteúdo do seu blog. É difícil encontrar tanta sensibilidade em um só lugar... E como você se diz amante da noite aí vão uns versos muito especiais:

À noite...
Todos os gatos são pardos,
Todos os beijos são parcos,
Todas as doses são poucas,
Todas as vidas são loucas!

Abraço!

vah...em minhas transições said...

Que simplicidade mais doce, sensível...mais essencial...

és lindo Fi! <3

Filipe Macedo said...

... é tão bom e feliz prá mim receber visitas assim! Obrigado por voarem, estejam sempre a vontade para expor o que quiserem nesse cantinho tão nosso.


Bons ventos